• revistagora

Re(trato)



Ouça bem, só um pouco dessa tentativa de retrato.

Retrato do trato que trata o traço já feito e perfeito da gente.

Eu me embaraço no enlaço que tudo vira no momento que você tá em mente,

Já tentei descrever e agora escrever

Tento novamente!

Por que?

Eu não consigo conter a infinitude de coisas boas que é você.

Olhando bem pro seu rosto eu me perco e me encontro tão rápido...

É instigante como tudo faz sentido do teu lado

E no teu abraço que se encaixa tão bem ao meu.

É envolvente como a magnitude que te cerca é coerente conhecendo a fundo o teu ser.

É profundo e leve,

Tranquilo e apaixonante,

Suave e ao mesmo tempo provocante.

Tão doce e também real...

O seu universo me deixa confusa,

Redireciona o destino e altera minha bússola.

Para o norte que há em ti,

Eu corro e quero em mim,

Comigo e em conjunto!

Eu quero esquecer o ontem,

E não ligar pro amanhã,

Só pro agora eu juro.

Somente penso em como eternizar tudo que nos envolve, comove, abarca...

São feitos de carinho cada passagem com calma,

Em frequências de afeto pulsando a parte

Que na memória viram quadros

Da mais bela arte.

E da tinta mais nobre e da moldura de cobre

que cobre a vida e a ferida já sofrida um dia.

Até perco o fôlego

E imagino sem parar...

Uma melodia que dure e transmita tudo de mais especial e indescritível que existe em te amar.

ISSN: 2447-2662
  • Branca Ícone Spotify
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram