• Leonardo Menescal

O cheiro dela em mim

Cheiro dela em mim. Cheiro dela no meu pescoço, na minha barba, e no rosto.

Gosto dela nos meus lábios e dos seus lábios nos meus dedos. Gosto dela e seu cheiro, sorriso e floreio

Doce cheiro, amargurado não pela sua essência e sim pelo olfato traumatizado de sentir muito, -aroma marcante que se foi.

Gosto do cheiro dela em mim. De sentir e beijar, dormir e gozar...

Mas sei. Sinto. Quebro minha cabeça, assumo. Sofro, pondero, aceito.

Gosto do cheiro dela em mim. Mas gosto mais do meu. Talvez por questão de hora ou momento,

coração ou sentimento, sei que está na hora de me escutar, me curtir, ser.

Diferente, claro, Viver isso. Não é fácil, claro, falar isso.

Quero ser pássaro, sentir outros aromas. Voar, despreocupado, em busca de novas flores.

Quero ser flor também. E além de cuidado, Ter o perfume apreciado, Quero que me deixe,

Na minha natureza No meu lugar Onde eu estiver que estar

Livre, E eu.

Leonardo Menescal é estudante do 5º período de Administração na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

A foto é da Isadora Dutra, ilustradora da nossa 13ª edição.


ISSN: 2447-2662
  • Branca Ícone Spotify
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram